O Tribunal do Júri da Comarca de Palmas condenou a 16 anos, sete meses e 15 dias de prisão, em regime inicialmente fechado, Felipe Pereira de Souza, de 28 anos, pelo assassinato de David Lopes Cardoso. O julgamento ocorreu na quarta-feira (9/11), em Palmas.

O crime, de acordo com o processo, ocorreu no dia 21 de março de 2018, por volta das 13h, em Palmas. "O Conselho de Sentença decidiu que o réu praticou o crime por motivo torpe, consistente na rivalidade entre facções criminosas (...) e que o crime foi praticado mediante dissimulação e recurso que dificultou a defesa , uma vez que a vítima foi atraída ao local do crime pensando que estaria indo encontrar um vendedor de drogas e, lá chegando, foi surpreendido com diversos disparos de arma de fogo", destaca a sentença assinada pelo juiz Cledson José Dias Nunes, titular da 1ª Vara Criminal da Comarca da Capital.

O magistrado negou a possibilidade de o réu apelar em liberdade "a fim de se evitar a reiteração da prática delitiva, haja vista que o acusado, além de ter sido condenado definitivamente em três processos, ainda responde a outra ação penal perante este juízo pela suposta prática do delito de tentativa de homicídio".

Clique aqui e confira a sentença

Texto: Cristiano Machado
Comunicação TJTO