O Tribunal de Justiça do Tocantins (TJTO) removeu e promoveu por critérios de merecimento e antiguidade nove juízes do Estado. As decisões ocorreram durante a 15ª Sessão Virtual Administrativa, realizada entre os dias 21 a 27 de outubro, no Pleno do TJTO.

São, ao todo, nove magistrados beneficiados com as deliberações do Pleno do TJTO. Os decretos judiciais que oficializam as alterações no quadro da magistratura tocantinense foram assinados pelo presidente do TJTO, desembargador João Rigo Guimarães, e publicados no Diário da Justiça Eletrônico dessa quarta-feira (3/11).

As mudanças

Por critério de antiguidade, o juiz João Alberto Mendes Bezerra Júnior foi removido da Vara Cível da Comarca de 3ª Entrância de Dianópolis para o Juizado Especial Cível e Criminal da Comarca de 3ª Entrância de Dianópolis.

O juiz auxiliar da Presidência do TJTO, Océlio Nobre da Silva, foi removido, pelo critério de merecimento, da 1ª Vara Criminal da Comarca de 3ª Entrância de Colinas do Tocantins para a 2ª Vara Cível, Precatória, Família e Sucessões, Infância e Juventude da Comarca de 3ª Entrância de Guaraí.

Já o juiz Herisberto e Silva Furtado Caldas foi promovido, pelo critério de antiguidade, da Comarca de 2ª Entrância de Ananás para a Vara de Recuperação Judicial de Empresas, Falências, Precatórias e Juizado da Fazenda Pública da Comarca de 3ª Entrância de Araguaína.

Também promovido, mas pelo critério de merecimento, o juiz Frederico Paiva Bandeira de Souza deixará a Comarca da 1ª Entrância de Araguacema para a Comarca de 2ª Entrância de Xambioá.

Outra promoção beneficia o juiz William Trigilio da Silva que, pelo critério de antiguidade, vai da Comarca de 1ª Entrância de Ponte Alta do Tocantins para a Comarca de 2ª Entrância de Natividade.

O juiz Valdemir Braga de Aquino Mendonça foi removido pelo critério de antiguidade da Comarca de 2ª Entrância de Palmeirópolis para a Comarca de 2ª Entrância de Formoso do Araguaia.

Pelo mesmo critério, o juiz Rodrigo da Silva Perez Araújo deixará a Comarca de 1ª Entrância de Goiatins para a Comarca de 1ª Entrância de Itacajá.

Também foi beneficiada nas mesmas condições a juíza Maria Celma Louzeiro Tiago, que sairá do Juizado Especial Cível da Comarca de 3ª Entrância de Gurupi para a Vara Cível da Comarca de 3ª Entrância de Paraíso do Tocantins.

Já a juíza Keyla Suely Silva e Silva foi promovida pelo critério de antiguidade da Comarca de 1ª Entrância de Figueirópolis para a Comarca de 2ª Entrância de Araguaçu.

Clique aqui e confira o Diário da Justiça Eletrônico com as promoções e remoções.

Texto: Cristiano Machado
Comunicação do TJTO