Na manhã desta quinta-feira (4/11), o serviço de monitoramento detectou uma demanda elevada de consultas e geração de documentos no sistema, provocando instabilidade nos servidores do Eproc. Como forma de tranquilizar os usuários, os prazos processuais serão suspensos hoje. Ações estão sendo realizadas para reestabelecer os serviços.

Comunicação TJTO