A nova corregedora-geral da Justiça, desembargadora Etelvina Maria Sampaio Felipe, recebeu na tarde desta quarta-feira (10/02), em seu gabinete, a visita de representantes da Associação dos Notários e Registradores do Estado (Anoreg). A reunião teve como pauta a regularização fundiária urbana e rural e a proteção de dados nos sistemas cartorários. Segundo a desembargadora, a regularização fundiária continua sendo um projeto essencial, tanto para a Corregedoria como para a Anoreg, no sentido de trazer segurança jurídica e fomentação socioeconômica em todo Tocantins.

“Existem vários problemas em relação à regularização de terras e imóveis urbanos ou rurais. Isso gera um entrave nos municípios e impede o crescimento do Estado”, ressaltou, destacando que esse é um ponto a ser observado e que seguirá como prioridade na atual gestão. 

Durante a reunião, o presidente da Anoreg, Valdiram Cassimiro, ressaltou a importância de manter um dialogo aberto e clima amigável com a Corregedoria, aproveitando ainda para tratar sobre a regularização fundiária rural e a proteção de dados referentes a usuários que utilizam os serviços notariais e registrais. “É comum nossa visita todo início de gestão, e as demandas apresentadas hoje são uma preocupação da Anoreg, sobretudo com relação ao aspecto estratégico e financeiro do Judiciário."  

Presenças

Participaram também da reunião, além dos já citados, os juízes auxiliares da Corregedoria, Rosa Maria Gazire Rossi e Roniclay Alves de Morais; o chefe de gabinete da Corregedoria, Afonso Alves da Silva Junior; Geraldo Henrique Moromizato, presidente do Instituto de Registro de Títulos e Documentos e de Pessoas Jurídicas do Estado do Tocantins (IRTDPJ/TO) e do Instituto de Estudos de Protesto de Títulos do Brasil no Tocantins (IEPTB/TO); Rosângela Ribeiro Alves, registradora civil das pessoas naturais de Palmas; Raquel Barbosa Lopes, membro da Comissão de Assuntos Notariais e Registrais (CPANR); e Herculano Bittencourt, tabelião registrador em Conceição do Tocantins.

Texto: Rosimeire Alves Sousa / Fotos: Rondinelli Ribeiro

Comunicação TJTO