Pela primeira vez por videoconferência, a solenidade de abertura da Correição Ordinária da Comarca de Palmas acontecerá na próxima sexta-feira (15/5), a partir das 14 horas, através da plataforma virtual Cisco Webex, a mesma utilizada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

O evento, promovido pela Corregedoria Geral da Justiça, terá a participação de autoridades convidadas e magistrados da Capital, que receberão um link que será disponibilizado horas antes da solenidade. O público em geral também poderá acompanhar ao vivo, através do canal TJ Tocantins no YouTube, cuja transmissão terá o apoio técnico da Escola Superior da Magistratura Tocantinense (Esmat).

De acordo com o corregedor-geral da Justiça, desembargador João Rigo Guimarães, “desde o início do ano, a Corregedoria estava realizando estudo para realizar as correições de forma remota, como forma de agilizar os trabalhos e reduzir as despesas e o tempo de deslocamento das equipes, sem prejuízo da necessária efetividade, sobretudo porque contamos com processo judicial e processo administrativo totalmente eletrônicos. Diante da grave situação sanitária pela qual o Tocantins e o mundo inteiro passam neste momento, decidimos realizar a Correição em Palmas de forma remota. Tenho certeza que será um marco para o Poder Judiciário tocantinense”.

Aprimorar prestação jurisdicional

As correições ordinárias têm o objetivo de promover ajustes e adequações pontuais para o aprimoramento da prestação jurisdicional à sociedade. As reuniões com os magistrados e servidores da Comarca acontecerão também por videoconferência, no período de 18 a 28 de maio. As pessoas que quiserem fazer reclamações, sugestões ou tirar dúvidas deverão entrar em contato com a Controladoria das Comarcas por formulário eletrônico disponível no site da Corregedoria ou pelo telefone (63)3218-4278, sendo que a equipe de correição fará reunião por videoconferência com quem desejar.

A solenidade de abertura da Correição Ordinária contará com a participação do presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Helvécio de Brito Maia Neto; do corregedor-geral da justiça, desembargador João Rigo Guimarães; da diretora do Foro da Comarca de Palmas, juíza Flávia Afini Bovo; e de representantes do Ministério Público, Defensoria Pública e Seccional Tocantins da Ordem dos Advogados do Brasil, entre outras autoridades.

Texto: Mara Roberta

Comunicação TJTO