“Autonomia e Erradicação da Pobreza”, este foi o tema da a III Conferência Municipal dos Direitos da Mulher da cidade de Araguaína –TO. Promovido pelo Conselho Municipal dos Direito da Mulher, em 29 de agosto passado, o evento reuniu mais de 250 pessoas no auditório do Itpac, dentre cidadãos, representantes da sociedade civil organizada, organizações governamentais e não governamentais. Na oportunidade, foram eleitas delegadas para representar o Conselho da Mulher na conferência Estadual.

 

 

O Pode Judiciário esteve representado pela Juíza Cirlene Maria, titular da Vara Especializada de Combate à Violência Doméstica contra a Mulher da Comarca de Araguaína. Compuseram ainda a mesa diretiva da plenária de debates, representantes da Defensoria Pública, Coordenação do ITPAC, Polícia Militar, Prefeitura Municipal,Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, Secretaria de Desenvolvimento Social e Habitação, e Secretaria de Segurança Pública.