A equipe da Corregedoria do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) deu início, nesta segunda-feira (28/05), aos trabalhos de inspeção ordinária no Tribunal de Justiça do Tocantins e serventias extrajudiciais no estado. O TJTO é o 24º tribunal do país a receber a visita do CNJ.

"Essa é uma inspeção ordinária que está sendo feita em todo o país e, a partir deste trabalho, faremos um apanhado das boas práticas e, eventualmente, vamos detectar discrepâncias e irregularidades que precisam ser sanadas", explicou o desembargador do TJSP, Carlos Vieira von Adamek, juiz auxiliar da Corregedoria Nacional de Justiça. O resultado da inspeção fará parte do relatório do CNJ. "Para que todos os demais tribunais tenham ciência do que cada tribunal está fazendo e que possa então ser disseminado, reaproveitado e ampliado a nível nacional", complementou o magistrado.

O objetivo da inspeção, segundo o Conselho Nacional de Justiça, é verificar gabinetes de desembargadores, varas da capital e do interior, assim como as condições de trabalho dos servidores, o atendimento ao cidadão, os prazos processuais, produtividade dos juízes, entre outros aspectos.

Para o presidente do TJTO, desembargador Eurípedes Lamounier, é com tranquilidade que o Judiciário estadual recebe a equipe do CNJ. "Quando se fala em inspeção ou correição, muitas vezes levamos para o caráter correcional; mas nós recebemos esse trabalho mais como uma aferição das boas práticas do Tribunal de Justiça do Tocantins, que vem servindo, inclusive, de exemplo para o cenário nacional", afirmou.

"A inspeção é saudável, pois vai nos trazer ideias a respeito de novas e boas práticas no cotidiano da Justiça. O CNJ vem contribuir para melhorarmos a prestação jurisdicional e essa visita é de extrema importância", complementou o corregedor-geral da Justiça do Tocantins, desembargador Helvécio de Brito Maia Neto.

Agenda

Pela manhã, a equipe da Corregedoria Nacional de Justiça foi recebida pelo presidente do TJTO, desembargadores, juízes convocados e auxiliares, e outros magistrados. Do CNJ, participaram da reunião os desembargadores Carlos Vieira von Adamck (TJSP) e Mário Devienne Ferraz (TJSP); o juiz substituto em 2º grau, Márcio José Tokars (TJPR); e os juízes Lizandro Garcia Gomes Filho (TJDFT) e Carlos Henrique Garcia de Oliveira (TJCE).

Confira aqui o cronograma de trabalho do CNJ.

Texto: Paula Bittencourt / Foto: Rondinelli Ribeiro

Comunicação TJTO