O Centro Judiciário de Solução de Conflitos (Cejusc) da Comarca de Dianópolis encerrou, nesta sexta-feira (11/05), o 2° Mutirão de audiências de Conciliação e Mediação, Instrução e Julgamento nas cidades de Conceição do Tocantins e Taipas. O intuito dos dois dias de ação foi promover a pacificação social e fomentar soluções para os conflitos antes de se tornarem ações judiciais.

Ao todo foram realizadas 27 audiências, sendo 18 de Conciliação e nove de Instrução e Julgamento. Os atendimentos foram feitos pela conciliadora Ariane Tolentino, com a participação da defensora pública Sebastiana Pantoja Dal Molin e do promotor de Justiça Lissandro Aniello Alves.

Para o juiz e coordenador do Cejusc de Dianópolis, Jossanner Nery Nogueira Luna, o mutirão proporciona uma distribuição igualitária e efetiva de Justiça, uma vez que a distância das cidades de Taipas e Conceição para a sede da comarca dificulta o acesso da população. “É um momento de muita satisfação e alegria, pois aproxima de forma verdadeira o Poder Judiciário da população que mais precisa do acesso à Justiça e que muito sofre quando precisa se deslocar até Dianópolis para realizar uma audiência”, ressaltou o magistrado.

Comunicação / TJTO