A Presidente do Tribunal de Justiça, Desembargadora Willamara Leila, reafirmou hoje que continua empenhada na solução do impasse da greve, que tanto vem prejudicando a população. Para a Presidente, a Sociedade precisa levar em consideração o esforço do Tribunal para por fim ao movimento, citando as freqüentes reuniões com o Sindicato, as propostas apresentadas, as medidas administrativas, os diversos apelos para que os Servidores voltem ao trabalho e a elaboração de um estudo detalhado das reivindicações que estará sendo apreciado pelo Pleno na data de hoje.

De acordo com ela, é preciso ficar atento à reivindicação dos grevistas que é de 70% de reajuste, que foge à capacidade financeira do Judiciário. “Fizemos uma contraproposta de 12% de aumento real, além da revisão do Plano de Cargos e Salários e estamos dispostos a continuar negociando, após o fim da greve. A volta ao trabalho, não põe fim às negociações, pelo contrário, sem a pressão é possível chegarmos a um consenso de forma muito mais rápida”, esclareceu a Desembargadora.    
 
Assessoria de Comunicação do TJTO