“Hoje é um dia muito especial porque estamos inaugurando a nova sede da Corregedoria Geral da Justiça, Escola Judiciária e Escola Superior da Magistratura, além de novas instalações da Biblioteca. Nessas novas instalações, Servidores, Magistrados e Sociedade poderão contar com instalações melhores para desenvolver seus trabalhos e para solução de seus conflitos", afirmou a Presidente do Tribunal de Justiça, Desembargadora Willamara Leila, ao inaugurar o Anexo I do Tribunal. A solenidade foi realizada na manhã desta quarta-feira (14/04) e contou com a presença do Governador em exercício, Eduardo Machado, do Corregedor-Geral de Justiça, Bernardino Lima Luz, Secretários de Estado, Vereadores, entre outras autoridades.

Em discurso, a Presidente destacou que instalações como a do Anexo, traduzem o sentimento empreendedor da atual gestão. “Estamos numa espiral ascendente de sucesso”, disse. Em sua fala, enumerou que é através do trabalho realizado por todos, que a arrecadação vem atingindo bons índices, possibilitando melhor aplicação dos recursos.

A Presidente lembrou, durante o evento, o falecimento do pequeno Nicolas, filho do Juiz de Direito de Gurupi, Dr. Esmar Custódio Vêncio Filho, ocorrido ontem, e pediu a todos os presentes para reforçarem suas oraçoões a fim de que os pais e familiares tenham conforto espiritual nesse momento tão difícil.

Durante o evento, os presentes conheceram as instalações do novo prédio. Para o Corregedor-Geral de Justiça, Desembargador Bernardino Lima Luz, o momento é de agradecimento. “Parabenizo a Presidente pelo grande trabalho que vem desenvolvendo no Judiciário do Tocantins e coloco-me à disposição para dar o máximo de mim para que a administração seja verdadeiramente vitoriosa”, afirmou.

O Secretário Extraordinário de Assuntos Internacionais, Júlio Resende, acredita que se trata de um modelo vanguardista para o Judiciário do Estado. “O Estado do Tocantins ganha muito ao observar o novo modelo de gestão que está sendo implantado pela Desembargadora Willamara. A Sociedade passa a receber um instrumento importante na educação, com a implantação da escola, e novas instalações dignas”, afirmou. Também estavam presentes no evento, o Secretário de Segurança Pública, Geraldo Donizetti Carmo de Morais, representando a Secretaria da Educação do Estado, o Professor Cicinato Souza Jr., a Procuradora de Justiça, Dra. Vera Nilva, o Presidente Nacional do Fonaje – Fórum Nacional de Juizados Especiais, Desembargador Marco Aurélio Buzzi, a Coordenadora do Fonaje no Estado e dos Juizados Especiais, Juíza Sarita Von Roeder Michels, Capitão de Fragata, Paulo César Potiguara de Lima, Comandante do 22º Batalhão do Exército, Tenente Coronel Antônio Martin da Silva, a Sub-Defensora Pública Geral, Maria de Lourdes Vilela, o Presidente da Associação de Servidores do Tribunal de Justiça, Acácio Lopes Lima, Magistrados, titulares dos Juizados Especiais do Estado, diretores do Tribunal.
A cerimônia foi transmitida ao vivo para as 42 Comarcas do Estado. O Anexo I do Tribunal de Justiça está localizado na Avenida Teotônio Segurado, Quadra 602 Sul, Conjunto 01, lote 16, o Anexo I do TJTO abriga a Corregedoria Geral de Justiça, a Escola Superior de Magistratura (ESMAT), a Escola Judiciária e a Biblioteca do Tribunal.

Escola Judiciária
A Escola Judiciária é uma iniciativa inovadora da Presidente Willamara Leila que objetiva qualificar os Servidores, para aperfeiçoar os serviços prestados aos cidadãos. As aulas são transmitidas em tempo real, via satélite, para todas as Comarcas do Estado. Para o curso de Gestão do Judiciário, oferecido pela Escola e que já está em andamento, estão matriculadas 1.598 pessoas, entre Servidores, Magistrados e cartorários.

ESMAT
A Escola Superior da Magistratura atua na formação continuada dos Magistrados para melhor prestação jurisdicional. De acordo com a Supervisora Pedagógica da Esmat, Luciana Fagundes Bastos de Carvalho, os 136 Juízes de Direito do Estado estão integrados às ações da Escola. Segundo ela, os cursos “Consumidor 3” e “Gestão de pessoas” estão sendo realizados, com 12 vagas para o Tocantins, graças a convênios firmados com o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e com a Escola Nacional de Magistratura (ENM). Outros cursos estão previstos para este ano, e um Ciclo de Estudos, intitulado “O processo civil brasileiro na atualidade” também está previsto para abril.

Veja mais fotos:

 {gallery}inauguracao/anexo1{/gallery}
 
  
 
Assessoria de Comunicação do TJTO