Com 32 processos julgados, entre os dias 26 e 31 de outubro e 09 e 14 de novembro, o mutirão de julgamentos processos da Meta 02, do Tribunal do Júri da Comarca de Araguaína foi um sucesso. A avaliação é do Juiz Francisco Vieira Filho, titular da 1ª Vara Criminal da Comarca. Segundo ele, a iniciativa desafogou a Vara do Júri em Araguaína. “Além de ter propiciado um estreitamento entre os operadores do Direito, comunidade acadêmico, sociedade e Judiciário”, definiu o Juiz.

Segundo o Magistrado, as sessões foram realizadas de segunda a sábado nos prédios das faculdades de Direito do ITPAC e da Católica Dom Orione, além do auditório da OAB local. “Houve dias em que quatro sessões aconteceram simultaneamente”, conta o Juiz.

Além do titular, também presidiram os julgamentos os Juízes Márcio Ricardo Ferreira Machado, Antônio Dantas de Oliveira Júnior e Manuel de Faria Reis Neto, estes últimos nomeados pela Presidente do Tribunal de Justiça, Desembargadora Willamara Leila, para auxiliarem o Juiz titular nos julgamentos.

Homenagens
Como reconhecimento dos serviços prestados, no dia 13 de novembro, os profissionais envolvidos e jurados foram agraciados com placas de homenagens, singelas lembranças e flores. O evento foi realizado no prédio do ITPAC, em Araguaína.

Também participaram da solenidade os Juízes Edson Paulo Lins, Diretor do foro de Araguaína, e Milene de Carvalho Henrique, Coordenadora da Meta 02 na região Norte.
Em discurso, o Juiz Diretor do foro de Araguaína disse ter testemunhado as dificuldades relativas ao projeto. O Magistrado também enalteceu os servidores do Judiciário, que não mediram esforços para o sucesso da empreitada.

Na oportunidade, o Magistrado Francisco Filho aproveitou para agradecer a Presidente do TJTO, Desembargadora Willamara Leila, seus colegas Juízes e servidores do Poder Judiciário pelo inestimável apoio que recebeu, bem como estendeu agradecimentos ao Ministério Público Estadual, à Defensoria Pública, aos advogados, à OAB, ITPAC, Faculdade Católica Dom Orione, e à comunidade de Araguaína “por terem aceitado o desafio e o enfrentado com êxito”, disse.

Num discurso emocionado, o Juiz lembrou sua própria relutância inicial quanto ao projeto e afirmou ter aceitado o desafio, mesmo diante de opiniões contrárias, depois de incentivo incondicional pelo Coordenador Geral do projeto Juiz Márcio Ricardo, a quem atribuiu, juntamente com todos os profissionais envolvidos e jurados, o sucesso do mutirão.

Só este ano já foram realizadas 59 sessões do Tribunal do Júri em Araguaína, com previsão de mais sete da Meta 02, também até o dia 14 de dezembro. Além disso, mais sete sessões já estão designadas para janeiro e início de fevereiro de 2010.
 
Assessoria de Comunicação do TJTO-fone(63)3218-4437 email:Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.