Registradores e notários de todo Tocantins participaram nesta segunda-feira (05/12) de um treinamento do novo sistema de informática – Sistema de Gestão Integrada (Gise) -  que irá facilitar  a prestação de contas mensal que os cartórios devem fazer à Corregedoria-Geral da Justiça (CGJ).  A ferramenta foi desenvolvida pela CGJ e Diretoria de Tecnologia da Informação do Tribunal de Justiça do Estado do Tocantins (TJTO) e está implementado na Comarca de Palmas desde dezembro e nas demais Comarcas do Estado em fevereiro do próximo ano. Cerca de 350 pessoas participaram do evento que ocorreu no auditório do TJTO.

 

Na abertura dos trabalhos, a Corregedora-Geral da Justiça, Desembargadora Ângela Prudente destacou a importância das ferramentas de informática para geração de dados confiáveis e seguros. “Gerir informações em nossa atual  conjuntura e, sobretudo, no Poder Judiciário, exige cada vez mais o uso de ferramentas eletrônicas ágeis”, afirmou.

 

Ela enfatizou ainda os benefícios do novo programa tecnológico. “Dentre as suas funcionalidades, o sistema permitirá a solicitação de selos, as confirmação de recebimento, o controle de estoque e os registros dos atos praticados, garantindo, inclusive, maior segurança e publicidade aos atos registrais e notariais, objetivo primordial do registros público”.

 

As explicações das funcionalidades do programa foram feitas pelo Analista de Sistemas, Renato Silva  e pelo Chefe da Divisão de Inspetoria e Fiscalização da Corregedoria, Gizelson   Monteiro. Os representantes das serventias extrajudiciais receberam  um vídeo tutorial, elaborado pela Escola Superior da Magistratura, que ensina a utilizar a nova ferramenta. No período vespertino, o Chefe de Divisão da DTI, Márcio Vieira tirou as dúvidas dos participantes.

 

Para Iranildes Rosa Bastista, representante do Cartório de Registro Civil de São Valério, o treinamento foi fundamental para conhecer o novo sistema. “Com este evento vai ficar fácil usar o programa”, disse. Já para Ana Querioz, do Cartório de Registro de Pessoas Jurídicas, Títulos e Tabelionato Civil de Notas, o “treinamento muito muito viável, esclarecedor”. Ela fez questão de demonstrar seu contentamento com o novo programa. “O  sistema vai nos auxiliar corrigindo possíveis erros cometidos e estreitando ainda mais os laços com o Tribunal de Justiça, comemorou.