Uma força-tarefa está sendo realizada em Araguaína para o julgamento dos processos da Meta 2. Segundo informações da 1ª Vara Criminal da Comarca de Araguaína, o Juiz Francisco Vieira Filho presidirá 16 sessões de julgamento dos meses de setembro, outubro e novembro. Serão de três a quatro sessões por dia.

Entre os dias 26 e 30 deste mês três juízes designados pela Presidência do Tribunal de Justiça (TJTO) devem ser encaminhados ao município para presidir cerca de 15 sessões. Já entre 09 e 14 de novembro também devem ser designados juízes para presidir 18 sessões de julgamentos de processos da Meta 2, referentes a casos em que os acusados serão assistidos pela Defensoria Pública do Estado.

O Ministério Público e a Defensoria Pública Estadual, além dos Núcleos de Prática Jurídicas do Instituto Tocantinense Presidente Antônio Carlos (ITPAC) e da Faculdade Dom Orione são parceiros dessa ação do Poder Judiciário. A Diretoria do Foro também está apoiando a força-tarefa. O ITPAC cedeu cinco salas para a realização das sessões entre os dias 26 e 31 de outubro e 09 e 13 de novembro. A Faculdade Católica Dom Orione, por sua vez, cedeu três salas para a realização de sessões no dia 14 de novembro.

De acordo com o Juiz Francisco Filho as duas instituições demonstraram apoio incondicional aos Julgamentos do Tribunal do Júri, colocando à disposição seu corpo docente de prática jurídica para a assistência em plenário dos necessitados. “Ao todo esperamos julgar 49 processos, com espaço para mais três julgamentos de réus assistidos por advogados constituídos. A equipe da 1ª Vara Criminal está trabalhando em ritmo acelerado, inclusive nos finais
de semana, para conseguirmos deixar tudo pronto”, afirma o Juiz.


Meta 2
O principal objetivo da Meta 2 é identificar os processos judiciais mais antigos, distribuídos até 2005 e adotar medidas concretas para o julgamento de todos esses processos até 31 de dezembro de 2009. Segundo informações do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), no mês de agosto foram julgados no Poder Judiciário do Tocantins 3.849 processos pela Meta 2. O Estado é o segundo da região Norte, em agosto, em número de processos julgados, ficando atrás apenas do Pará.

A Presidente do TJTO, Desembargadora Willamara Leila, reconhece o esforço de todos do Poder Judiciário tocantinense para bater recordes quanto ao julgamento dos processos da Meta 2 e assim garantir mais direitos aos cidadãos.
 
 
Assessoria de Comunicação do TJTO-fone(63)3218-4437 email:Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.