Durante o Encontro Nacional dos Núcleos de Conciliação, realizado nesta quinta-feira (06/10), em Brasília, foi apresentado o projeto de comunicação social, com a estratégia de divulgação em veículos nacionais e regionais da Semana Nacional de Conciliação. A Semana, que estará em sua 6ª. edição, será realizada entre os dias 28 de novembro a 2 de dezembro, seguindo o conceito deste ano: “Conciliar é a forma mais rápida de resolver conflitos”.

Ao todo, a campanha de divulgação será composta de peças publicitárias para TV e Internet, spots para rádio e anúncios em jornais e revistas. As redes sociais serão contempladas com informações diárias e atualização constante de conteúdo, além de material de divulgação externa – cartaz, banner e outros sob demanda. Num trabalho conjunto de comunicação integrada, serão produzidas e distribuídas matérias e releases aos principais veículos de comunicação – com mailling nacional e regional – contando ainda com o apoio da Agência de Notícias do CNJ, TV Justiça e Rádio Justiça.

De acordo com o desembargador e coordenador do Núcleo de Conciliação do Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR), Valter Ressel, as ações de comunicação são fundamentais para os indicativos e a complementação do trabalho, que será desenvolvido durante a Semana da Conciliação. “A imprensa chama a sociedade para a ação, mudando a cultura da comunidade que, de alguma forma, depende do Poder Judiciário”, destaca.

Unindo forças – Com o objetivo de direcionar o trabalho, foram apresentados  durante o Encontro Nacional dos Núcleos de Conciliação os planejamentos estratégicos do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT). Após a apresentação os representantes dos tribunais estaduais comprometeram-se a enviar ao CNJ seus próprios planejamentos, dentro de 45 dias. “O planejamento estratégico é o balizamento técnico para o trabalho que será desenvolvido nos próximos 20 meses”, destaca André Gomma, integrante do Comitê de Conciliação e juiz do Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA).

A Semana Nacional de Conciliação ocorre anualmente em todos os estados. Durante esse período, os tribunais estaduais,  trabalhistas e o federal, selecionam os processos que tenham possibilidade de acordo e intimam as partes envolvidas para solucionarem o conflito. A medida faz parte da meta de reduzir o grande estoque de processos na justiça brasileira, com foco nas demandas de massa, ou seja, os grandes litigantes do país – bancos, empresas de telefonia, entre outros.

Paula Tubino
Agência CNJ de Notícias