Foi empossado na tarde desta sexta-feira (04/02), pela Presidente do Tribunal de Justiça, desembargadora Jacqueline Adorno, a nova diretoria da Escola Superior da Magistratura Tocantinense (Esmat) para o biênio 2011/2012. O desembargador Marco Villas Boas assume como diretor em substituição ao desembargador Luiz Gadotti, atual vice-presidente da Corte e o desembargador Bernardino Luz assume a vice-diretoria.

Em uma solenidade simples, na sala de reuniões da Esmat e da Escola Judiciária (Escju), prestigiada pela atual Corregedora da Justiça, desembargadora Ângela Prudente, pela Juíza-Corregedora Flávia Afini Bovo, pelos magistrados Sândalo Bueno, José Ribamar, Zacarias Leonardo, Helvécio Maia e servidores, o novo diretor destacou a importância da Escola para o cidadão. “A missão das Escolas é, além de formar e informar nossos juízes e serventuários da Justiça, dar suporte estrutural ao Judiciário como forma de oferecer à população um serviço de qualidade e eficiência”, pontuou.

Na oportunidade, a Presidente do TJTO comunicou aos presentes que as duas Instituições – Esmat e Escju – serão unificadas e comandadas pelo diretor recém empossado. Jacqueline Adorno lembrou do trabalho realizado por Marco Villas Boas para o engrandecimento da Justiça tocantinense. “Lembro de sua atuação, ainda como Juiz em Porto Nacional. Sempre preocupado em atender aos jurisdicionados com eficácia, por isso sei que sua dedicação vai acontecer da mesma forma à frente da escola. Sucesso e boa sorte”, desejou a Presidente.


Eleição
A escolha dos novos diretores ocorreu na tarde de ontem (03/02), durante sessão do Tribunal Pleno.




Assessoria de Comunicação do TJTO