Vice-Presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Tocantins, o Desembargador José de Moura Filho nasceu em Pedro Afonso, município do então norte goiano, no dia 14 de junho de 1946. É filho de Maria Emília de Souza Moura e de José Rosa de Moura.

Formado em Direito pela Universidade Católica de Goiás, fez 31 cursos de extensão universitária, todos voltados para área jurídica.

Seu ingresso na carreira jurídica se deu em 1966, quando foi nomeado, por Decreto publicado no Diário Oficial, interinamente, para o cargo de Escrivão do Crime, padrão AJ-4, da Comarca de Pedro Afonso-GO. Depois, foi nomeado, para o mesmo cargo, por meio de concurso público.

Em nove de junho de 1971, por força da Portaria n° 134/71, foi colocado à disposição do Cartório de Feitos da Assistência Judiciária de Goiânia, capital do Estado de Goiás, por cuja Escrivania respondeu como substituto.

Em 15 de abril de 1980, foi nomeado para exercer o cargo de Escrivão de 1ª Entrância de Goiânia-GO, em virtude de aprovação em concurso publico, no qual permaneceu até dezembro de 1981.

Foi nomeado, por Decreto governamental, Juiz de Direito da Comarca de 1ª Entrância de Sancrerlândia-GO, tomando posse em dezembro de 1981 e sendo promovido, por Decreto de 11 de fevereiro de 1983, pelo critério de merecimento, a juiz de Direito da Comarca de 2ª Entrância de Pedro Afonso.

Em 1989, foi promovido, pelo critério de merecimento, para o cargo de Juiz de Direito da Comarca de 3ª Entrância de Miracema do Tocantins, após optar por ficar no recém-criado Estado do Tocantins.

José de Moura Filho assumiu o cargo de Desembargador no dia 1° de janeiro de 1990, promovido pelo critério de antiguidade. Foi Presidente do TRE-TO de 1993 a 1994 e de 2009 a 2011, Corregedor-Geral da Justiça e Presidente do Egrégio Tribunal de Justiça do Estado do Tocantins, no biênio 1999-2001, fazendo uma administração voltada para a estruturação da Justiça tocantinense e a valorização dos recursos humanos.