O desembargador Luiz Aparecido Gadotti nasceu em Santa Albertina-SP. Graduou-se pela Faculdade de Direito de Araraquara. Em 1989, ingressou na Magistratura tocantinense como Juiz Substituto da Comarca de 2ª Entrância de Colinas do Tocantins. Em 1991, foi nomeado Juiz de Direito da Comarca de Xambioá e, em 1992, promovido para a Comarca de Araguatins. No ano seguinte volta para Comarca de Colinas, após a mesma ser elevada à 3ª Entrância.

Sua nomeação para o cargo de desembargador ocorreu em 18 de novembro de 1998, pelo critério de merecimento. Gadotti foi o primeiro Juiz oriundo do 1º Concurso para a Magistratura, realizado no Estado do Tocantins, a tomar assento na Corte do TJTO.

Atuou como membro da Comissão de Regimento e Organização Judiciária, no biênio 1999/2001, quando desenvolveu o Projeto Normativo Interno, convertido na Resolução no 004/2001 (Regimento Interno do Tribunal de Justiça do Estado do Tocantins).

Paralelamente à sua atuação na Magistratura, Gadotti exerceu as funções de professor interino da Cadeira de Direito Processual Civil, da Faculdade de Direito de Colinas do Tocantins, entre 1993 e 1998 e da Cadeira de Direito Civil da UNITINS, em Palmas, em 1999 e 2000.

O magistrado também já ocupou a Presidência da Egrégia Corte do Tribunal de Justiça do Tocantins, no biênio 2001/2003. Nesse período, assumiu interinamente o Governo do Tocantins entre os dias 18 e 31 de julho de 2001.

Foi Corregedor Regional Eleitoral do TRE/TO entre 2003 e 2005 e Presidente deste referido Tribunal no biênio 2005/2007. Nos mesmos períodos citados, e também em 2007/2009, atuou na Comissão de Seleção e Treinamento do TJTO.

No TJTO também foi Presidente interino da 1ª Câmara Criminal, nos anos 2008 e 2009, quando foi homenageado com a Medalha do Mérito Acadêmico da EPM (Escola Paulista da Magistratura), pela sua contribuição ao ensino e ao estudo do Direito. Já no biênio 2013/2015 o desembargador Gadotti assumiu o cargo de Corregedor Geral de Justiça e, na última gestão, foi Vice-Presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Tocantins.

O desembargador Luiz Aparecido Gadotti nasceu em Santa Albertina-SP. Graduou-se pela Faculdade de Direito de Araraquara. Em 1989, ingressou na Magistratura tocantinense como Juiz Substituto da Comarca de 2ª Entrância de Colinas do Tocantins. Em 1991, foi nomeado Juiz de Direito da Comarca de Xambioá e, em 1992, promovido para a Comarca de Araguatins. No ano seguinte volta para Comarca de Colinas, após a mesma ser elevada à 3ª Entrância.

Sua nomeação para o cargo de desembargador ocorreu em 18 de novembro de 1998, pelo critério de merecimento. Gadotti foi o primeiro Juiz oriundo do 1º Concurso para a Magistratura, realizado no Estado do Tocantins, a tomar assento na Corte do TJTO.

Atuou como membro da Comissão de Regimento e Organização Judiciária, no biênio 1999/2001, quando desenvolveu o Projeto Normativo Interno, convertido na Resolução no 004/2001 (Regimento Interno do Tribunal de Justiça do Estado do Tocantins).

Paralelamente à sua atuação na Magistratura, Gadotti exerceu as funções de professor interino da Cadeira de Direito Processual Civil, da Faculdade de Direito de Colinas do Tocantins, entre 1993 e 1998 e da Cadeira de Direito Civil da UNITINS, em Palmas, em 1999 e 2000.

O magistrado também já ocupou a Presidência da Egrégia Corte do Tribunal de Justiça do Tocantins, no biênio 2001/2003. Nesse período, assumiu interinamente o Governo do Tocantins entre os dias 18 e 31 de julho de 2001.

Foi Corregedor Regional Eleitoral do TRE/TO entre 2003 e 2005 e Presidente deste referido Tribunal no biênio 2005/2007. Nos mesmos períodos citados, e também em 2007/2009, atuou na Comissão de Seleção e Treinamento do TJTO.

No TJTO também foi Presidente interino da 1ª Câmara Criminal, nos anos 2008 e 2009, quando foi homenageado com a Medalha do Mérito Acadêmico da EPM (Escola Paulista da Magistratura), pela sua contribuição ao ensino e ao estudo do Direito. Já no biênio 2013/2015 o desembargador Gadotti assumiu o cargo de Corregedor Geral de Justiça e, na última gestão, foi Vice-Presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Tocantins.