Capacitação da Ouvidoria Judiciária chega à comarca de Augustinópolis

A Ouvidoria Judiciária realizou, nesta sexta-feira (20/10), mais uma capacitação sobre a Lei de Acesso à Informação. Desta vez, servidores da comarca de Augustinopólis participaram do curso que busca aprimorar a comunicação entre a sociedade e a Justiça.

O servidor Kleiton Eduardo Costa participou do encontro e ressaltou a lei como fundamental por promover a transparência. “O acesso à informação é primordial e traz aos servidores a obrigatoriedade de transparecer de forma objetiva e com prazos descritos, quando a informação é solicitada”, frisou o servidor.   

A Ouvidoria Judiciária já realizou cursos em dez comarcas do Tocantins. Até o ano que vem, todas as 42 comarcas devem receber a capacitação do órgão.

Ouvidoria

Durante o encontro, a desembargadora e Ouvidora Judiciária, Ângela Prudente, ressaltou a importância da existência da Ouvidoria e destacou o órgão como um canal de comunicação facilitador para o cidadão. “A Ouvidoria tem esse papel de ser um órgão de comunicação e informação, que dá acessibilidade ao cidadão; e nós ainda temos que orientar os demais setores do Poder Judiciário quanto a necessidade de assegurar e prestar informações aos usuários”, afirmou a magistrada.

O diretor do Fórum de Augustinopólis, juiz Jefferson David Asevedo, também ressaltou o propósito da Ouvidoria. “A nossa Ouvidoria tem o objetivo de ouvir, resolver e incentivar a cada dia a possibilidade de promover a prestação jurisdicional de forma eficaz, mas principalmente alcançar a pacificação das partes e o interesse coletivo”, disse o magistrado. 

Sthefany Simão- Cecom / TJTO

Fotos: Divulgação