O desembargador Ronaldo Eurípedes, vice-corregedor Geral de Justiça coordenou na tarde desta quarta-feira (9/10) uma reunião para discutir ações de melhorias para o Sistema Carcerário do Tocantins. O encontro contou com a participação do Grupo de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário do Tocantins – GMF e Secretarias de Defesa Social (Sedes) e Segurança Pública (SSP).

 

Durante a reunião foram repassadas informações sobre a atual situação do Sistema Carcerário do Tocantins, principalmente nas unidades prisionais de Barra da Grota, município de Araguaína e o Agrícola de Cariri, Sul do Estado, onde ocorreram mortes de presos nos últimos dias. Com relação a suspeita de facções criminosas nos presídios, o secretário de Defesa Social, Nilomar dos Santos Farias, disse que “no Tocantins estão sendo tomadas medidas para implementar melhorias no sistema e evitar que os criminosos atuem dessa forma”.

 

Na busca por melhorias a Sedes vai contar com o apoio do GMF, tendo a colaboração dos juízes Esmar Custódio Vêncio Filho, Luiz Zilmar, Ademar Alves de Souza Filho. O juiz Esmar Custódio, informou que será feito um levantamento nas principais unidades prisionais, resultando em uma proposta de ação. “No estudo podemos perceber as demandas e necessidades, o que ajuda muito na solução de problemas”, explicou o coordenador.

 

Para o vice-corregedor a reunião foi o primeiro passo na busca por melhorias. “O judiciário não pode se furtar em buscar soluções frente a situações como esta do Sistema Prisional, por isso, decidimos convidar o Executivo para pensarmos juntos no que pode ser feito. As instituições têm que caminhar juntas e no final, a maior beneficiada deve ser a população”, declarou o desembargador.

 

Participação

 

Estiveram presentes na sede da Corregedoria Geral o juiz Esmar Custódio Vêncio Filho, coordenador do Grupo de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário do Tocantins – GMF, os juízes membros do GMF, Luiz Zilmar e Ademar Alves de Souza Filho, o secretário de Defesa Social (Sedes), Nilomar dos Santos Farias, o secretário de Segurança Pública (SSP), José Eliú Jurubeba, Renato Mendes Arantes, diretor de Inteligência da Sedes e o chefe de gabinete da Corregedoria, Yuri Jurubeba.